quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Loucura!

weheartit.com


Sempre desconfiei que não era muito sã, mas até que veio o amor e me comprovou isso. Amor e loucura caminham um ao lado do outro, você não acha? Afinal, tem coisa mais louca do que ficar horas ao telefone com uma pessoa e depois de desligar, sentir imediatamente uma saudade enorme dela? Ou então sentir um frio na barriga só de pensar naquela pessoa sorrindo? Que coisa mais louca essa de precisar de tal pessoa para existir – a gente sabe que não precisa, mas em certos momentos aquela frase “sem você não vivo” parece tão real. Quanta loucura!

Amor me deixa insana ás vezes. Me da vontade de gritar, me faz chorar feito uma criança, aliás, me faz agir como uma criança. Me faz  ter medo, me faz brigar por coisas tão absurdas, mas faz sentir ciúmes de coisas tão triviais. Meu Deus, como sou maluca! Somos loucos porque amamos ou amamos porque somos loucos?

Amor, esse sentimento bipolar. Um dia é só felicidade, sorrisos e abraços, no outro, choro, ciúmes e nunca-mais-quero-te-ver. Sofremos por amor, somos felizes por amor, vivemos procurando um amor, e ás vezes quando encontramos, deixamos ele ir sem mais nem menos, para depois continuar nessa insana busca.

Insana? Muito. Sou louca mesmo, louca de amor. Mas, como li um dia em algum lugar, “que minha loucura seja perdoada, pois metade de mim é amor, e a outra metade também”.

7 comentários:

Maggie May disse...

mas tem coisa melhor na vida!?!?!?!?

Luna Sanchez disse...

Opa, também sou louca de amor, por amor...E se algum dia descobrirem "a cura", não quero receber tratamento!

:p

Beijo, flor.

Camila Sanches e Amanda Sanches disse...

O amor nos leva a loucura, e isso é certeza!

Evelyn Dias disse...

Um pouco de loucura nesse mundinho normal (:
E muito amor mesmo (:

Danni Coutinho disse...

É REALMENTE O AMOR É UM SENTIMENTO MUITO LOUCO MESMO.EU MESMA VIVO NESSA BUSCA POR ELE MAIS TA DIFICIL DE ENCONTRAR..

Paula disse...

Acho que loucura é viver sem amor.

Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.