sábado, 19 de dezembro de 2009

Aquela Música.

http:gettyimages.com


E então eu ouvi aquela musica e me lembrei de você. Me lembrei daquele dia,em que você me chamou pra sair. Estava um pouco frio, um clima meio úmido. Eu desci no ônibus, e você estava me esperando no banco. Vi seu rosto iluminar quando cheguei. Vi seu sorriso tímido se abrindo em um oi mais tímido ainda.
Caminhamos sem jeito pela orla da praia, falando de assuntos banais. Resolvemos nos sentar em um barzinho, pedimos coca-cola e uma porção de fritas. E foi aí que tocou a musica. E nós dois nos olhamos e falamos: Nossa, eu adoro essa musica. E desde então, fiz dessa musica a nossa musica, e aposto que você também.
Nesse dia, você disse que me amava. Me pediu uma chance. Me pediu um beijo.
Eu fiquei sem jeito. Disse a você que eu não queria me envolver com ninguém, mas na verdade eu menti. Eu já estava envolvida. Ele era um cafajeste, eu sei, mas aqueles cachos embaraçavam minha mente. Nisso eu troquei o certo pelo duvidoso, e até hoje eu sinto uma ponta de arrependimento.
Depois desse dia, você me evitava, e eu não tirei sua razão. Uma vez você me confessou que falar comigo doía. Sentir meu cheiro doía. E ver que eu seguia em outra direção, que eu gostava de quem não me merecia, doía mais ainda.
E hoje,depois de tanto tempo, que eu vejo realmente que você estava certo. Que eu devia sim, ter dado uma chance a quem gostava de mim de verdade, ao invés de me preocupar somente com a embalagem bonita de outra pessoa aí. Eu teria sofrido menos, e você também.
Depois daquele dia, nos tornamos quase estranhos. Mas eu gostava muito de você, e agora eu percebo que gostava mais do que eu achava.
Por isso, me desculpa. De verdade. Me desculpa por ter te feito sofrer, por não ter sido diretamente sincera contigo.
E eu espero, que você esteja sendo feliz. É tudo que eu mais quero.


Saudades de Santos. De ti.

10 comentários:

Hiorrana disse...

Depois daquele dia, nos tornamos quase estranhos...

O que me fez escrever uma postagem no meu blog, lembrando de você.

Fica marcado por Cris e Hioio, que dia 19 de dezembro é o dia da saudade.
O dia do quase.
O dia do que não foi.


Beijoss Cris

Pâmela Marques disse...

Nós sempre tomamos as decisões erradas. Normal do ser humano. É que muitas vezes temos medo do que possa vir, do futuro.
Triste isso.

Keel Diniz disse...

Que lindo!!
dica de filme(PODE?): '500 dias com ela' ..
perfeito!!

:*

Stafany Batista disse...

É triste perceber depois de um tempo só, o que se sente por outra pessoa. E também é bom relembrar das partes boas, acho que ameniza o clima ruim que há. Eu te entendo.

p.s.:Minha fonte fotografica é a mesma da tua!:D

Gabi Petrucci disse...

Aaaaah, como nós fazemos burradas! :~
É tão ruim quando não podemos mais consertar... :T

Jéssica Trabuco disse...

Noossa... preciso de m minuto depois desse texto!
Ele me tocou profundamente.
OLha, sempre há tempo de fazer o que queremos de verdade ;)

Rafael Castellar das Neves disse...

Bela descrição...saudade é terrivelmente deliciosa e dolorida...

MR disse...

Sem querer manifestar preconceito nenhum, ou pre-julgar, mas tenho que te dizer por conhecer um grande numero de mulheres:

99% delas teria feito o mesmo.

"It's my nature" (escorpião disse ao sapo)

Agatha disse...

Eu sinto muito por você. Mas o que tinha de ser foi, nada é por acaso ja ouviu dizer?
De qualquer modo você deve ter aprendido muito depois disso tudo. O melhor de tudo é que por mais que seja tarde você deve ter meios de correr atrás..
Beijo.

Juliana b. disse...

que lindo *.*