quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mais gentileza, por favor.

Weheartit.com



O tempo na cidade em que moro (Palhoça city, oi) anda meio bipolar. Temos todas as estações do ano em uma única tarde, por exemplo, e isso é um tanto quanto perturbador. Ontem, saí de casa a caminho do estágio e estava sol, mas quando parei para comprar um café (lógico) no caminho, começou a chover como se o mundo fosse acabar. Faltavam 15 minutos para começar meu estágio e eu estava ali presa no posto, na metade do caminho, com uma chuva digna de filmes de Hollywood. Não tinha o que fazer então, a não ser esperar, coisa que eu detesto.


Eu poderia ficar ali no posto reclamando, morrendo de tédio e de raiva, mas graças aos funcionários que estavam lá isso não aconteceu. Fiz amizade com todos os frentistas (que me deram até um guarda-chuva muito estiloso de presente), sem falar que a moça do caixa, que também se chama Cris, era muito engraçada. Que coisa, eu passo naquele posto todo dia, ás vezes mais de uma vez por dia, mas nunca reparado nessas pessoas tão legais. Por que será que temos essa mania de muitas vezes fazer as coisas no piloto automático? 


Falta gentileza para todo mundo. Não, dizer um obrigado mecânico quando recebe o troco não é ser gentil. É ser educado, que ótimo, mas gentileza vai além disso. É sorrir, de verdade, dizer um bom dia autentico, puxar um papo na fila. Se estamos todos esperando a chuvar passar, por que não tornar esse acontecimento chato em algo mais agradável não? Aliás, por que não tornar a maioria dos acontecimentos chatos e cotidianos mais agradáveis? Depende só da gente deixar o ar mais leve, os dias mais suaves e o tédio menos tedioso. Incrível como pequenas atitudes mudam muitas coisas. 


Fiquei quarenta minutos no posto. Teria ficado muito mais, se não fosse a gentileza de uma moça de me dar carona para o trabalho. Ela perguntou se eu estava indo para lá, e ela também estava, e me deixou na porta do meu estágio. Obrigada moça, por ser tão gentil e me mostrar que o mundo não está tão perdido não, e que ainda existem pessoas que são gentis umas com as outras sem esperar nada em troca. 


Gentileza. Muitas vezes não custa nada, mas vale muito. Seria muito bom se mais gente praticasse. Fica a dica ;)




ps. Seja gentil, curta a página do blog hehe

8 comentários:

Will disse...

Oi Cris,

adorei tua crônica.

Gentileza anda mesmo em falta, embora seja a forma mais óbvia de tornar o mundo mais agradável.

Um abraço!

Daiana M.Fernandes disse...

Dica valiosa!
Seu dia e sua atitude foram admiráveis.

Beijos

Iasmin Cruz disse...

Oi,
passando pra fazer uma visita.
E convidar pra um concurso que vale um layout exclusivo.

http://iasmincruz.blogspot.com/2011/12/concurso-mega-blog.html

Paula disse...

Gentileza é uma prática simples e que tem ótimos retornos.
:)

Luna Sanchez disse...

Eu também gosto de compartilhar gentilezas, não sei lidar com gente grosseira.

No entanto, conversar em filas, como tu citou, já não me agrada. Não me sinto à vontade.

Um beijo.

Evelyn Dias disse...

É, dica boa. São gentilezas que fazem bem a quem dá e a quem recebe. Preciosidades.

Beijo flor (:

Natália Rocha disse...

E muitas vezes depende somente da gente deixar o mundo mais leve. Sei o valor de um sorriso sincero, um bom dia contente... valem muito, tanto pra quem os dá como pra quem recebe. Não custa nada desamarramos a cara preocupada, que esquece de enxergar as pessoas que nos cercam pra transmitirmos um pouco de gentileza.

Excelente texto!

beeeeeijo, querida!

mfc disse...

E como uma gentileza assim nos dispõe tão bem para o resto do dia!!