segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sessão-da-tarde.

imagem:http://gettyimages.com.br


Por vezes, sou um filme romântico-brega-sessão-da-tarde. Ouço baladas antigas, cantando bem alto mesmo. Como chocolates e fico de pijama e meia pela casa, com um ar de paixonite no rosto. Quero fazer dietas só pra ele, e acabo engordando por causa dele. Escrevo até o nome dele em papéis, distraída! Sem falar na pior coisa: ficar imaginando antes de dormir como será nosso casamento, nossos filhos, como vamos ser quando velhos. Fala sério. Ainda bem que, diferente da sessão da tarde, eu não sou muito de reprisar filmes. E sabe, todo mundo assiste filmes bregas, mas eu prefiro ser uma aventura, um suspense até. Nada de finais aguados e felizes, mas sim continuações emocionantes!










(ta bom ta bom, eu sempre assisto romances, comendo brigadeiro e choro no final. Mas isso fica só entre nós!)

18 comentários:

Felipe Kowalski disse...

Muito bom teu texto, gostei muito do seu blog cheio de cafeína ahaha!

Marcelo Mayer disse...

relaxa que todo mundo tem seu momento brega. e costuma ser prazeroso

Izadora Pimenta disse...

muito interessante o jeito com o qual você escreve! simples e cheio de conteúdo, adorei!
beijos

Caroline Farias disse...

esses momentos bregas pra mim são os melhores!

estou te seguindo, adorei aqui!

beeijo ;*

Ágatha Alves disse...

é melhor fazer o nosso filme romantico, a nossa sessão da tarde...
nossas aventuras são bem mais prazerosas..

beijos

Buba. disse...

Eu sou o tipo de filme em que você tem que prestar atenção em todos os detalhes, para assim tentar entender alguma coisa. Mas sou aquele filme, que no final, não há final. Fica sempre subentendido.

Erica Vittorazzi disse...

... e o pior que isto não muda com a idade. (falo com propriedade).

disse...

HAHAHA adorei a parte da dieta. É bem isso... UHAUAHAUH

Bertonie disse...

Eu curto quando passa "10 things I hate about you" na Sessão da Tarde, hihi. Uso a desculpa de que o filme é baseado em "A Megera Domada", de Shakespeare, HAHA'


beigos mil

Gabi Petrucci disse...

Quero um romancezinho assim!
Imaginar é tudo de bom!

Priscy Little disse...

Adorei o texto, mesmo.
Ôh que eu queria uma paixonite pra minha vida, agora! rs. Um dia ele chega! õ/

(ah, e fica só entre nós, rs).

Priscy Little disse...

Adorei o texto, mesmo.
Ôh que eu queria uma paixonite pra minha vida, agora! rs. Um dia ele chega! õ/

(ah, e fica só entre nós, rs).

Aniinha ;D disse...

verdade , muito feijão para comer (:
AUSHAUSH ;p
Gosta de Montanha Russa ? bom , no meu blog tem um post de um menino que nao curte muito UAHSAUSHAUS vê lá ?
beijos me escreve :*

Gabriela disse...

todo mundo tem um momento de filme da sessão da tarde : melosos , cheios de lágrimas , mas APAIXONANTES de alguma forma *-*

.Txia. disse...

HSUAHSUAHSAHSUAHSU

Mana, eu adoro teu blog *.*

Sabe que eu nao sonho tanto assim como voce? Eu to namorando (nossa!:O)e ele reclama que sou realista até demais :)
Mas é que eu já me decepcionei tanto com as pessoas, que aprendi a nao me apegar :x
Mas sou romantica, juro :)

Moni disse...

e que mulher não é assim??? hehehe bjksss

naty c.m disse...

Adorei a parte que voce afirma nao reprisar filmes.
Não sou assim, e nao me entristeço com isso! Repriso sim, e os melhores momentos da minha vida aconteceram nas reprises - inclusive hoje :D
E não, eu definitivamente não odeiei o texto...Pelo contrário, eu amei! :*

railer disse...

hehehe de vez quando bate nostalgia, mas daí a fazer planos com a outra pessoa sem ao menos consultá-la, já é demais.