segunda-feira, 3 de março de 2008

Em um reino distante


Era uma vez uma menina diferente. Diferente não somente na sua aparência, mas em seus sentimentos. Baixinha de pernas grossas, guardava em seu coração toda incerteza de sentimentos que podia. Essa menina, que tinha a aparência de forte e independente, era frágil por dentro. Mas esse segredo só ela sabia.
A menina acreditava no amor. Mas quando o amor parecia bater em sua porta, ela simplesmente saia correndo. Tinha medo daquilo que mais admirava.
Por toda sua vida a menina ouviu histórias sobre esse tal de amor. Algumas histórias tristes, onde a princesa ficava pra sempre presa em seu castelo, enquanto o príncipe tatuado colocava a bruxa sarada e siliconada no banco do carro vermelho, e seguia a vida.
Mas ela ainda acreditava nas princesas que beijavam sapos que se tornavam príncipes fofos, de cavalos brancos e amores certos.
Um dia, ela beijou um sapo. E esse sapo virou um príncipe. Mas ela tinha medo de ser a princesa da torre mais alta do reino mais distante, a ver navios. Ela se distanciou do príncipe, que claro, achou outra princesa (alias, uma bruxa fantasiada de princesa).Mas o príncipe tinha lhe jurado amor eterno. E ela, ah ela tinha acreditado, mesmo tendo medo.
Mas o príncipe desistiu dela na hora de enfrentar o primeiro caminho de espinhos. E ela não soube dizer onde ele tinha deixado todo aquela amor que dizia sentir por ela.
Então a pseudo-princesa pulou da torre e seguiu a vida. Ela confessa que pensa no tal príncipe. Mas, que acima de tudo, pensa nela.
Com tudo isso ela aprendeu que ter segurança e demonstrar o que sente é o melhor. Com tudo isso, ela aprendeu que neuroses só causam cabelo branco e vontade de comer chocolate.
Ultimamente ela anda testando uns sapos por aí. Quem sabe não vira príncipe de novo? Mas com uma diferença: ela já aprendeu a lição. Agora ela é rainha.

13 comentários:

Juliana Caribé disse...

Me lembrou de um forrozinho do Falamansa, que fala que os super-heróis têm medo, e não podem revelar.
Adorei a nova versão de conto de fadas.

Beijos.

Tathiana disse...

Cheguei aqui pelos caminhos da Mah, que infelizmente colocou ponto final no infinito. Gostei do seu comentário por lá. E gostei do seu texto por aqui. Mostram sua força, a capacidade de aprender com os erros e não ter medo de mudar. Estou lendo uns posts anteriores pra te conhecer melhor. E tô gostando do que vejo...
Com certeza, algum sapinho vai ser um príncipe que arrebate seu coração (só não esqueça: nem os príncipes são perfeitos! rs).
Beijos.

Garota Enxaqueca disse...

E quem já foi Rainha, nunca perde a majestade...

Aprendeu bem, aprendeu muito bem!

Besos...

Ana Cláudia Zumpano disse...

adorei! a parte que vc fala:
"...enquanto o príncipe tatuado colocava a bruxa sarada e siliconada no banco do carro vermelho, e seguia a vida".
realmente eu ainda prefiro os antigos contos de fada... mas sendo uma rainha, que claro é oq a gente merece!
bjos ;*

Lih disse...

muito bom.
:]

Michele disse...

Oi linda!

Ai, tbm andei beijando cada sapo... Até que um, graças a Deus, virou príncipe! Meio Shrek, mas tá valendo!!!

Super beijooo

Michele
magricelanapanela.zip.net

Marcela disse...

Cristina Maria...
Adoro teu jeito de escrever. Cada texto teu tem pra mim um sabor diferente.

Queria te agradecer por todas as palavras. Nem sei como responder à altura. Vc foi importantissima na minha fase de descoberta de amizades virtuais, e eu sei que ainda vamos nos falar. Semana que em vou estar no msn a noite, e te chamo, ta?

Texto lindo..
Mas ah, reli teu coment e to quase chorando.. maldade!

Beijos beijos beijos minha amiga!

mel disse...

rainha. *_*

que lindo.

Cris disse...

OI...
Sabe como cheguei aquí? Estavavisitando um blog pela primeira vez e ví lá o comentário: "Cris". Aí pensei: Ué! mas nunca vim aquí, como estou aquí? ... egoísmos das Cristinas..achamos que só existem nós?? rsrsr De qualquer modo foi uma ótima surpresa.
beijo.

.Maah* disse...

Heeeey!
Liindo o blog!
amei amei ameii.

E viiu, Amores e Amoras no favortiso?
É, a menina é foda. =DD.
Beeeeijos.

Hélder, o míope disse...

Essas princesas...

Muito bom!
Bejo.

Lisianne Trevisani disse...

oi flor! mto bom teu blog, viu!! adorei esse texto!! vou colocar no meu perfil do orkut, tudo bem?? coloco teu nome lah, lógico! espero q nao se importe... qualquer coisa, fala q eu tiro, tá?

beijo!

Jerri Dias disse...

Infelizmente, amor maduro na adolescência é quase inexistente :-S

Beijo!