quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

A menina perfeita





Era uma vez uma menina perfeita. Ela era linda, seu cabelo estava sempre macio e bonito, seu corpo era perfeito, ela era educada e se não bastasse tudo isso, tinha um coração de ouro.
Todo mundo queria ser a menina perfeita, e ela, queria ser igual a todo mundo. Ela queria que os outros enxergassem seus defeitos, mas todo mundo só via sua beleza e sua grandiosidade. A menina perfeita parecia tão feliz, mas o que ninguém sabia é que ela chorava escondida no seu quarto. E sonhava em fugir pra algum lugar onde ela pudesse ser uma menina normal. Onde não ouvessem padrões. Onde enxergassem somente o seu coração de ouro.
As pessoas adoravam desabafar com a menina perfeita, que como toda menina perfeita, ouvia com atenção e ajudava. Mas ela tinha vontade de desabafar também, mas ninguém lhe dava chance.
Um dia a menina perfeita cansou.
Cortou seus cabelos perfeitos, comeu sem culpa, xingou o carro que cortou ela no trânsito, e fugiu. Vestiu a máscara de normal e saiu para enfrentar o mundo. E não sentiu falta da pressão de ser perfeita.
Nunca mais se viu a menina perfeita.
Uns dizem que ela está andando pelo mundo, um pouco sem rumo até, mas bem feliz.
Outros acham que ela está apenas no cantinho do seu quarto, sonhando, sonhando.


7 comentários:

Iaiá disse...

Em primeiro lugar, ainda não tive um Leonardo do mal. Se tive, não lembro! :P~ uhuh mas Thiagos, minha filha, fique longe!

Quanto ao seu conto, eu entendo a menina perfeita. Estou longe de ser perfeita, mas é incrível como o mundo espera perfeição da gente, né?!
Deixo uma citação de Fernando Pessoa:

"Adoramos a perfeição, porque não a podemos ter; repugna-la-íamos, se a tivéssemos. O perfeito é desumano, porque o humano é imperfeito."

:)

beijinhos!

Garota Enxaqueca disse...

Perfeição é castigo, não é mesmo?

Besos, guapa...

E vivas a Imperfeição!

=)

Hélder, o míope disse...

Parece bastante com o "Otávio".
Sério mouça.

fiz dois contos "Que haja luz II e I" e tem um personagem muito parecido.

coincidência?

-

bejo

Perdição disse...

A perfeição na verdade não existe....gostei da sua forma de narrar a vida....casaria com a sua persona ,perfeita ,descrita no post...antes ou depois do surto da perfeicao!!!gostei demais Parabéns continue escrevendo!!!!

Amanda Bia disse...

todo mundo se enche de ter que fazer tudo certo o tempo todo! de ser "perfeito"! imagina como ela não estava! espero que agora escutem o que ela tem a dizer! e a ajudem sempre que ela precisar!
beijos!

Amanda Oliveira disse...

Sabe, Cris, eu tenho um conceito meio engaçado sobre perfeição: ela existe, mas é uma questão particular. Por exemplo, quando eu pinto os cabelos de vermelho: para mim, isso é perfeito, mas muita gente acha que não. E por aí vai. Nossas atitudes, nossos hábitos, nossas decisões, nosso jeito de ver as coisas, tudo isso é perfeito para nós, o que não quer dizer exatamente que é perfeito para os outros. Loucura, né?

Adorei seu blog, vou te linkar!

Beeeeijo!

PS. Você é de Guarujá? Que belezinha! Sou de Santos!

Alê disse...

Flor, vc escreve muito bem.
Adorei!