segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Vazio.

weheartit.com

Acordei com um vazio hoje. Sentindo falta de algo, agoniada com alguma coisa que não sabia o que. Logo percebi: sentia falta de amor. De amor simples e puro. Sentia falta de acordar de madrugada com um pé enroscando no meu, ou de mandar um torpedo só pra dizer que vi aquele filme e lembrei de ti, muito embora eu nem saiba quem é você ainda. Sentia falta de abraços, de poder compartilhar algo que eu fiz e ouvir sobre o seu dia. Sentia falta de você, uma pessoa que eu sei que existe por aí, sentindo minha falta também.  

Sei que você está aí em algum lugar, com esse mesmo sentimento de vazio no peito. Talvez você disfarce ele saindo dia após dia com garotas diferentes, talvez você trate o amor como algo descartável, talvez você esteja saindo de segunda a segunda e postando frases de como sua vida é feliz e você é despreocupado com tudo isso, mas alguma hora você também sente esse vazio. Igualzinho a mim.

 Por falar em vazio, onde as pessoas têm colocado os sentimentos? Por que temos mesmo que viver com medo de falar o que a gente sente, de ser a gente de verdade? Passamos os dias passando “filtros” em nossos sentimentos para que eles sejam aceitáveis. Não, nada de dizer que se sente sozinho ou que sentiu saudades, isso é brega, mainstream. Seja feliz sempre, mostre que não sente nada, que sua vida é bela e que você não depende de ninguém. Isso é mais aceitável né? Isso vai te fazer mais popular, não vai?

 Triste realidade. Não sei em que parte as pessoas deixaram as coisas chegarem a esse ponto. Tá tudo mesmo ao contrário, superficial, falso. Vivemos no mundo das embalagens bonitas – atire a primeira pedra quem nunca – mas esquecemos mesmo muitas vezes de dar valor ao conteúdo. E, depois de toda a farra, o prazer sem compromisso, os beijos nas pessoas sem nome, a quantidade de pulseiras vips na balada, o número cada vez maior de amigos (que você nem conhece) nas redes sociais, o que fica? O vazio meu caro, é isso que fica. Um mundo cheio de pessoas vazias. 

 (que tal a gente se preencher?)

6 comentários:

Leontyna Santos disse...

Sabe, eu me encontro cada vez mais cansada de todo esse vazio, de tanto nada que me preenche a cada dia.. O mundo se tornou algo estranho demais, sentimento de menos.. Eu não aprendi ser assim e isso machuca.

Muito lindo como sempre ;)
Beijos*:

Pérola Irregular disse...

De fato, você tem razão em relação a tudo isso. Há uma hipocrisia muito grande nas ações de muitas pessoas, preferem se esconder, criar uma falsa imagem. E assim, tudo isso vai alimentando o vazio que há dentro de cada um. Tem tanta gente que sente falta de um amor, por que não podem simplesmente dizer? Pra quê esconder?
Gostei bastante do texto. Beijos!

Anônimo disse...

Só pensei que eu iria comentar e dizer um grande tema, não é o código por si mesmo? Realmente parece excelente!

Danni Coutinho disse...

Que texto perfeito é exatamente isso que sinto também.
E eu espero muito encontrar essa outra pessoa,essa pessoa que também senti esse vazio, pra gente se completar.

Thamires Figueiredo disse...

Perfeito o texto!

Luri Góss disse...

Ate agora sem palavras para todos os seus textos. Mas convenhamos esse foi o que me tirou do eixo e ate quem sabe alguma lagrima tenha rolado em algum momento despercebido. Hehehe parabéns, traduziu tudo o que estava encarcerado aqui dentro.