segunda-feira, 8 de junho de 2009

Olhos


imagem:http://gettyimages.com.br



Não sei bem onde foi que eu errei: me concentrar no seu sorriso branco alinhado perfeitamente, ou no seus olhos azuis, um azul claro, mas que me ofuscou o pensamento.

Tu não devias ter me olhado tão intensamente. Não sei se a malícia que eu vi no fundo dos teus olhos enquanto me lançava um sorriso juvenil foi algo que criei, mas sei que foi ali, naquele momento. Foi naquele momento que eu disse a mim: Não olhe demais, não pode se apaixonar agora. Mas foi exatamente naquele momento enquanto eu repetia bobamente na minha cabeça que eu não queria me apaixonar, que acabou acontecendo.

E eu sempre volto pra casa, imaginando que essa paixão foi algo que criei, pra me distrair. Pra não me sentir tão sozinha, pra apagar o vestígio de uma certa paixão que ainda vive em mim.

Alguém me disse, que isso pode aumentar mais a ferida. Que era melhor eu ficar na minha, quieta, vazia, sozinha. Sozinha eu me encontro mais? Pode ser, desde que eu fique longe dos teu olhos azuis. Porque, meu bem, assim que eu te vejo,e tu me olhas, me perco completamente. E nesse momento, não quero nem pensar em me achar, parecer perdida é mais convidativo.

8 comentários:

Moni disse...

já bem diz o ditado: " um olhar vale mais q mul palavras" é isso mesmo num é? se num for é parecido hehehe mas q é verdade isso é! beijos

Karen disse...

Que lindo, que lindo, que lindo. Adorei o blog, adorei teu jeito de escrever =D

Beijocas.

Luh* disse...

E eu sempre volto pra casa, imaginando que essa paixão foi algo que criei, pra me distrair. Pra não me sentir tão sozinha, pra apagar o vestígio de uma certa paixão que ainda vive em mim.

será mesmo?

beijos

Aline disse...

Desabafar também pode ser positivo.

Beijos

Míope disse...

Olhares são perigosos.
Num instante você se perde.

Mas se distrair às vezes é bom.

Bejo!

disse...

É difícil não se apaixonar quando tenta se convencer disso. Porque enquanto tua mente tá se repetindo "Não. Não. Não", teu coração foi mais rápido, e se apaixonou. Mas por que não apostar? E cair, talvez. Afinal, é disso que é feito o amor, não é!?! Beijos.

Rafael disse...

Ué, vai fundo. Olha. :p
Bjs

Anaa Bia ;) disse...

Malditos olhos azuis, argh ! Te entendo, Crispi. Super.