sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Surreal



O mundo tem tanta gente real! Mas não, ela insistia em enxergar o que não existia. O que não existia na matéria, pois na sua realidade estava mais vivo que nunca. Em sua mente era real. Em seus sonhos podia senti-lo, podia toca-lo. Olhava ao seu redor e via um emaranhado de gente, cada um com seus problemas, sua vida. Ninguém se notava, ninguém se sentia. Por isso preferia viver sonhando. Pobre menina sonhadora.
A verdade é que ela sabia que ninguém vive de sonhos. E sabia também que precisava de um amor real ao seu lado. Mas não conseguia. Não conseguia enxergar além do que seus olhos permitiam. Não conseguia ver a alma de mais ninguém! Tinha medo, pois pessoas reais deixam feridas verdadeiras, e seu frágil coração demorava a cicatrizar. Preferia sofrer amando alguém que criara para si. E, bem lá no fundo, tinha esperanças que esse seu personagem surreal estivesse em algum lugar, em algum lugar real, esperando apenas ser descoberto.

9 comentários:

Hélder disse...

é...construímos ilusões de todo tipo, talvez como proteção, ou refúgio...pra tentar escapar de realidades tão duras como esta.


bom texto
x*
brigadão!

O-O

menina lunar disse...

Entre o real e o surreal existem muitas portas. Basta saber utilizá-las.

=]

adorei vir aqui!!!
mil beijos

Luara disse...

Acho que ja sei onde mora esta pobre menininha aí ...
beijos adorei o texto!

Amanda_Bia disse...

por que será que me identifiquei com isso?! :(
bejus!

lu disse...

"Tinha medo, pois pessoas reais deixam feridas verdadeiras"

a melhor frase!

Maria Renata disse...

que medo da menina da foto!
sorte de quem descobrir, né?
beijos

Garota Enxaqueca disse...

Bunita, estou em dívida com vc... Muita coisa ao mesmo tempo e não tenho me colocado em dia com as suas aventuras... Bem, comentando só esse post sobre ilusões e afins (depois eu dou a devida atenção aos demais) saiba que sempre vivemos de ilusões... sobretudo criamos um personagem para nós mesmos... Não se martirize por causa disso.. E quem sabe você realmente não acha o que tanto procura?

Besos....

Cuidate...

Alê Namastê disse...

Pobre lado de fora de janela...ele num pertence somente aquela menina.
Boa semana!
Beijos*

Mila disse...

A verdade é que a gente tem medo de ir pra fora da janela...