quinta-feira, 24 de maio de 2012

Foi uma história bonita, ponto final


Weheartit.com

Sempre achei que não saberia colocar pontos finais. Virar a página, quase impossível. Afinal se a história que estava escrita ali atrás era linda, porque eu não podia reler, reviver, reinventar? Então, por mais que as próximas estivessem cheias de rabiscos, rasuras, algumas tivessem sido rasgadas e outras cheia de palavras duras e sem sentido, eu sabia que a página bonita ainda existia, ainda estava lá. Nesse nosso livro louco, não deveria ter ponto final, apenas reticências. 


 Depois de tentar reescrever esse nosso conto torto e com mais momentos de arrancar lágrimas do que de tirar o fôlego, decidi: não há mais espaço em branco que possa ser preenchido com letra alguma. É vício, como ler aquele livro que já lemos trocentas vezes: da saudade e a gente pega pra ler de novo, mas sabe que não vai haver novidade, que não tem como mudar, pq já foi, já vivemos, então para que? 


 Sei bem que já escrevi tantos finais, e depois comecei tudo de novo. Sempre você, ora sendo o protagonista, muitas vezes sendo o antagonista. Você que nada tem a ver comigo, mas que deixa eu me perder tanto nesses gostos opostos. Quero me encontrar agora amor. Lembra do livro que me deu? Devolvi, pois não cabe mais história alguma. Onde se passa borracha ainda ficam marcas, onde a folha é rasgada fica algo incompleto. Algumas linhas foram lindas, vou ler vez em quando. Por enquanto, me escrevo em outras páginas. 


 Um dia escrevo pra ti, e não mais por ti. Mas para contar outras tantas histórias que agora não cabem mais a nós.

6 comentários:

Thamires Figueiredo disse...

Adoro me perder nesses opostos da vida.

Esau P Silva disse...

livros assim existem sempre, e é necessario deixa- los...infelizmente talvez!


aoven7o.blogspot.com.br

Pérola Irregular disse...

Ahh, como te entendo...
Foram tantos textos que escrevi tendo certa pessoa em pensamento. Textos organizados em longos capítulos que se compunham em um livro. É difícil por um ponto final naquilo que gerou tantos sorrisos, tantos bons momentos, naquilo que gerou uma bonita história. Porém um dado momento, chega a ser necessário retirar todas as reticências para encaixar um ponto final definitivo.

Um belo texto, adorei mesmo. (:

Luzia Medeiros disse...

Mesmo que seja difícil virá a página, escrever outra história, isto se faz necessário para que, possamos ser feliz de verdade.

Beijos, lindo texto!
http://luzia-medeiros.blogspot.com.br/

Mayara Moraes disse...

Eu definitivamente não sei colocar pontos finais. Bela leitura, beijos.

mfc disse...

Todo o texto necessita de um ponto final!
As vicissitudes da vida também.