quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sou mulher, queridinho.


weheartit.com



Não venha falar de amor se você não sabe lidar com isso. Não ofereça compromisso se não é isso que você quer. Não me envolva, para depois querer me deixar de canto. Não sou um brinquedinho que você pode brincar até enjoar. Pareço menina, choro como uma menina, ajo muitas vezes com imaturidade de uma menininha assustada, mas sou mulher. Não esqueça disso: sou mulher. Toda mulher é muito menina, tem medos, chora, age sem pensar. Mulher é sentimento. Sou sentimento, sentimento profundo, me entrego inteira, se não consegue ficar nem com a metade disso, por favor, fique sem nada. Você pode achar que não, mas sou mulher. E preciso de um homem para lidar com isso, um menino para meu lado de menina, mas um homem que agüente meu lado de mulher. Isso é raro, sabe? Achar um homem, quero dizer. Algum que não se assuste, que queria dividir, que saiba somar. Não quero ninguém para me empurrar, tão pouco quero guiar alguém: não, não confunda, quero alguém para andar junto comigo.
Te disse, sou mulher. Sabe todas aquelas vezes que eu pedi não me deixa, não sei viver sem você? Mentira bobinho. A gente sempre consegue. Querido, sou capaz de ficar horas e cima de um salto quinze e continuar sorrindo no fim do dia, eu enfrento depilação com cera quente, eu faço a sobrancelha com pinça, faço dietas sem comer carboidrato, me diz, você acha mesmo que eu não consigo viver sem você? Cai na real, garoto. Vê se cresce. Você sabe que vai sentir falta não é? E que vai me procurar em tantas outras garotinhas por aí. É assim que vocês são. E no fundo, colocam a culpa na gente. Olha, ser homem é muito fácil, é tudo natural. Traição é natural. Medo de compromisso é natural. Imaturidade é natural. Mas no fim, lá no fundinho da cabeça de vocês, vocês sofrem e se escondem atrás de todas essas desculpas.
Mas querido, sou mulher. Sou capaz de sofrer amargamente, de chorar rios de lágrimas quando chegar em casa, mas sou capaz de continuar. Com você, ou sem você. Não demora, logo passa. E se não passar? Eu passo adiante.

6 comentários:

Cleyton Cabral disse...

Obrigado pela visita. Gostei daqui tbm. Um beijo e volte sempre.

Lai Paiva disse...

Agradecendo também a visita e dizendo com toda certeza que voltarei por aqui, pois adorei. Beijo

Ana Lu disse...

Sim, somos meninas, mas somos mulheres. Eles que não se espertem para ver só! hahaha.
Obrigada pela visita, volte sempre!
Beijos

Aиa Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aиa Paula disse...

Oii, obrigada pela visita. Que bom que você também gosta de LH (minha banda preferida). Já estou te seguindo. Beijo

Pérola Irregular disse...

De fato, o que escreveu é uma realidade... Gostei daqui, estou seguindo você. (: