segunda-feira, 18 de maio de 2009

Protesto contra os sem-noção-do-celular

imagem- http://gettyimages.com.br

Tudo bem, eu já estava acostumada a andar de ônibus por Tédioville sendo obrigada a ouvir celulares e mp234435 tocando o funk do titanic ou músicas com conteúdos igualmente, hum, profundos.

Mas eu percebi que o clubinho do celular não se limita aos ônibus urbanos e ciclovias. Não, eles tem que ir além, expandir. Eles tem que atacar também em ônibus inter-municipais.

Eu achando que ia ter paz quando sentei na minha cadeira-leito. Eu que já tinha me ajeitado e me preparava pra um bom cochilo. Mas não, nada de paz hoje. Nada de cochilos. Vamos até Florianópolis ouvindo a trilha sonora do mala do banco da frente. E mais legal: ouvindo ele assobiar no ritmo das ‘músicas.’ Sério. Mais de duas horas.

Será que essas pessoas não se tocam na falta de respeito disso? Quero dizer, eu não sou obrigada a ouvir a trilha sonora dos outros. Alou, não foi pra isso que inventaram os fones de ouvido?

E eu juro, eu quase enfiei os meus na orelha daquele cara.

Então, por favor: se você conhece algum sem-noção do celular, de fones de ouvido pra ele. E comida também, pra deixar a boca dele bem ocupada :}

Ou então, pelo menos compartilhe algum mp3 com conteúdo com essa pessoa. Eu não agüento mais o Funk do Titanic.

16 comentários:

Alexandre Olsemann disse...

He, he. Gostei. Autêntico.

Míope disse...

Hahahaha, sem dúvida, muita falta de educação. Como existem as placas "não fume" ou "não fale com o motorista", deveria exister a placa "música, só com fones de ouvido".

Muito bom!

Bejo!

Rafael disse...

Eu gosto do funk.

Alê Quites disse...

kkk

BeijOS

Cleyton disse...

kkkkkkkkk ainda não ouvi esse funk do titanic, mas juro que hoje na academia, tocou o funk do Michael Jackson. kkkkkkkk

Poisé, o oclinhos parece com o do monstrinho de S.A (por sinal, um filme maravilhoso) mesmo.

Ah, adorei seu perfil. Desejo voltar mais vezes. Faça o mesmo.

Abçs

Atreyu disse...

Nunca ouvi o funk do Titanic =0
Nem quero! Odeio funk!!!
Detesto Ônibus!!!¬¬³

Aline disse...

E eu que tive que "ouvir" a um episódio do Chaves! O engraçadinho conectou o celular-televisão dele no SBT e colocou pro ônibus inteiro ouvir porque só ele conseguia ver também. E pior, dava gargalhadas!!! Que vontade de atirar o celular e seu respectivo dono pela janela.

Pequena; disse...

Acredito que muitos já se depararam com uma situação assim. Afinal, somos obrigados diariamente a compartilhar gostos alheios sem a nossa vontade.

Texto original.

:D

Moni disse...

eu acho q a vontade de aparecer desses sujeitos é maior do q qq desconfiometro rssrs.. beijosss

bia de barros disse...

[Nem sabia que existia o Funk do Titanic e, sinceramente, fiquei com muito medo agora de passar por isso...]

Belo protesto, moça.
Conformismo é um defeito que a senhorita não tem, e admiro isso ^^

*;

Deyvid . disse...

Uauuu Parábens pelo blog!!

Adorei seu post!

Abraço!!

http://lucideznua.blogspot.com/

Bertonie disse...

Tem um vídeo de uma sala de aula em que o professor tá se matando pra explicar os catetos e as hipotenusas da vida quando o celular de uma aluna toca, ela atende e ele taca o celular dela com tudo no chão. Eu ri quando vi o vídeo. Hihihi.
Bamos fazer assim: quando eu for presidente te contrato como Ministra da Casa Nacional de Distribuição e Auxílio Tecnológico, está bem? Aí a gente cria juntos o programa BOLSA FONES-DE-OUVIDO, ou o programa de sucesso MEU FONE-DE-OUVIDO, MINHA VIDA que arrebentará nas paradas, hihihi.
Eticcheta virtual. Entra no ônibus e exige elegância tecnológica, Glória Kaliu.
Humpf.




beigos mil

Vívian disse...

Odeio ficar a trilha sonora de péssimo gosto dos outros, não custa nada usar um fone não é?
Eu sou a única desatualizada que nunca ouviu esse Funk do Titanic

;**

disse...

HAHAHA, adorei! Nunca ouvi esse tal funk do titanic, mas já ouvi cada 'música'... É, tem gente que não se toca, mesmo, né?! Curti o blog :*

Rute Almeida disse...

Bom, o "meu" idiota do celular acabou roubando-o. Mas isso é mero detalhe.
Ouvir música alta em coletivos deveria ser crime. Com um Bangu alguma-coisa em mente, d-u-v-i-d-o que ouviriam música num volume absurdamente desnecessário.

Obrigada pela visita ao Fazer Estrelas!

Thiago Moskito disse...

Moça que é uma pergunta... Uma pergunta. Mas que pergunta...?
É...
Enfim, essa galera tem um nome "Leque" que veio do termo "moleque", tem um post sobre isso no blog teletubi, eu acho.

Abraços.